Dupuytren (Fibrose Palmar) Orientações Médicas / Ortopedia  

Trata-se de um espeçamento, com formação de nódulos, da fascia palmar. É uma doença de causa desconhecida, mas tem componente genético importante, comumente envolvendo indivíduos de ascendência mediterrânea e norte européia.

É mais encontrata em homens, de meia idade, e está associada em maior frequência com epilepsia, diabetes, álcool e tabagismo.

A doença é lenta e, às vezes, progressiva. O paciente nota nódulos em geral indolores, na palma da mão, que podem evoluir para contratura dos dedos e limitação para extensão dos mesmos. O dedo mais acometido é o quarto (anelar)


Tratamento:

A imobilização não é curativa, mas órteses noturnas podem ser uma tentativa de minimizar a piora das contraturas.

A cirurgia é indicada quando há contraturas maiores que 30° entre o metacarpo e a falange ou 10° entre as falanges proximal e média. O procedimento cirúrgico envolve liberação das contraturas e excisão da fáscia acometida.

Pode haver recidiva da doença, mesmo após cirurgia.

 



Imprima este artigo






 
 
 
Clínica Deckers
Av. Europa, 887 - Jd. Europa - São Paulo / SP
Tel.: (11) 3065 1299
contato@clinicadeckers.com.br