Queda de Idosos Orientações Médicas / Ortopedia  

A população idosa é a que mais cresce no mundo e 1\3 dela sofre quedas todo ano, sendo essa a causa mais freqüente de lesões acima de 65 anos, podendo levar à perda de independência, diminuição da mobilidade e até à morte. No Brasil, cerca de 42% dos idosos já caíram alguma vez e segundo o Ministério da Saúde, mais de 25.000 idosos morreram devido a quedas.

Por esses motivos, a prevenção das quedas, principalmente nesta fase da vida, é muito importante.


Porque as quedas acontecem?

Existem alguns fatores que as facilitam:

• Alterações visuais;

• Alterações auditivas ou do sistema vestibular (responsável pelo equilíbrio);

• Alterações neurológicas;

• Alterações cardiovasculares;

• Demência;

• Alterações músculo-esqueléticas;

• Sedentarismo;

• Obstáculos;

• Calçados inadequados;

• Condições climáticas;

• Falta de assistência nas atividades diárias – como pegar objetos em armários altos;

• Chão escorregadio após o banho;

• Solos irregulares;

• Medicamentos que causam confusão mental.


Quais as conseqüências?

As principais conseqüências das quedas são fraturas de quadril, coluna, punho e ombro; sendo a de quadril a mais comum e muito perigosa, pois tem alto índice de morbidade e mortalidade.

Alguns fatores podem ser minimizados com o uso de medicamentos ou órteses (audição).


Como preveni-las?

Para reduzir as chances de queda, o indivíduo deve:

• Iniciar um programa regular de exercício: Melhora a força, o equilíbrio, a coordenação motora e promove sensação de bem estar.

• Deixar a casa segura, já que o local mais comum de quedas é em casa: retirar objetos que possam causar tropeços ou escorregões; guardar objetos usados com freqüência em armários baixos e de fácil alcance; colocar corrimão e piso que não escorregue no banheiro; manter as janelas sem cortinas e usar lâmpadas fortes, principalmente no começo e no topo da escada; usar sapatos leves, fechados e de sola fina, evitar chinelos, sandálias e tênis de esporte.

• Pedir para alguém ajudar com os remédios, manter uma lista com os nomes deles e os horários a serem tomados e outra lista com os nomes e telefones dos médicos.

• Fazer check-up periodicamente. Principalmente da visão e da audição.


 



Imprima este artigo






 
 
 
Clínica Deckers
Av. Europa, 887 - Jd. Europa - São Paulo / SP
Tel.: (11) 3065 1299
contato@clinicadeckers.com.br